Siddhartha fala Sobre ser um profeta

A pergunta: Dizem que você se acha um profeta! Você é?

Neste vídeo Siddhartha responde a uma pergunta a respeito de pessoas que dizem que ele se acha um profeta.

Em poucas palavras Siddhartha toca a origem do significado de “profeta” e de maneira simples e muito agradável faz uma simbiose entre profetas e mestres despertos. Para concluir seguem suas palavras:

“se Jesus tivesse tido uma telecâmara há dois mil anos atrás. Este mundo seria totalmente diferente. Porque a maior parte da destruição, das guerras, dos assasinatos, dos genocídios  têm acontecido a partir de seus “ensinamentos”. Siddhartha

Trecho extraído  do vídeo.

O que é um profeta?

A palavra profeta provém do latim “propheta”. Palavra que por sua vez se origina do grego “prophetes”. Em ambos os casos designa uma pessoa que fala em lugar de outra como intérprete ou proclamador.

A palavra “profeta”, no hebraico é: “nabi”. Cujo sentido genérico é aquele que anuncia, ou o anunciante. Para ambos, judeus e muçulmanos, os profetas eram aqueles que traziam a messagem de deus à terra. Como por exemplo entre os mais conhecidos: Moisés, Jesus e Maomé.

Na visão de Siddhartha  os denominados profetas eram mestres despertos que falavam a respeito da verdade. Seus ensinamentos foram confundidos e invertidos para uso político.

Mas a maioria dos profetas da história não eram  mensageiros de deus nenhum, mas sim ensinavam o caminho da verdade. Nada tem um profeta a ver com religião mas sim com a sua essência a religiosidade.

Certa vez Siddhartha com suas palavras diretas disse:

“Mestres despertos não criaram religiões, ao contrário seus ensinamentos sempre foram além das religiões…” Siddhartha

Ficha Técnica:

Musica: Flauta – Siddhartha / Edição e Mixagem -Gusta Proença

Vídeo: Gravação – Aiyshah Dadam / Edição – Aiyshah Dadam

Duração: Tempo total – 4:28 minutos.

Gravado: Realizado na sede da Delphis Universalis  Curitiba – 2016

Voz: Pergunta – Kalishah Moro